Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

...

Quando morrer, quero deixar música no ar. Sentir que a minha pegada marcou quem comigo viveu. Quando morrer, quero saber que te deixei um riso na alma. Saber que meu sorriso faz parte da vida. Quando morrer, quero sómente um ramo de flores silvestres. Saborear tuas gargalhadas quando em mim pensares. Quando morrer, quero música alegre cheia de vida. Partir rodeada de sons sensuais. Quando morrer, parto ao som quente duma boa balada. Dançando nas nuvens e entrando em beleza... Bom, quando morrer .... Saberei que dançei... Saberei que sorri... Saberei que ri com alegria... Saberei que deixei algo neste mundo.... Pequena gota num oceano imenso... Plena em vivências... Completa em sentires... Á, quando morrer não quero choros. Quero alegria e sorrisos na despedida. Quero música sensual tocando. Quero conversas coloridas de tempos compartilhados.... Como é bela esta canção que nos fala num mundo maravilhoso....
música: <param name="movie" value="
publicado por paranoias às 00:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Devaneios

. Recordar África

. Pureza

. ...

. Momentos

. África

. ...

. ...

. Voz

. Vozes

.arquivos

. Janeiro 2011

. Abril 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds